INSTALAR
CONFIGURAR
VENDER
PERSONALIZAR
ADMINISTRAR
ANALISAR
MELHORAR

Blog PrestaShopBrasil

Dicas, Serviços e Produtos p/Lojas PrestaShop


Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /home/psblogbr/public_html/templates/psblog_43j07/functions.php on line 205

Instalando o PrestaShop 1.6

Criado por Xavier Borderie, modificado em 22/03/2017
traduzido por Gilson Maia em 14/08/2017.
Fonte: Artigo em Inglês

Os links serão corrigidos para esta versão em Português, pois estão para o Inglês.

Índice

Instalando o PrestaShop

O PrestaShop é muito fácil de instalar. Uma vez que todos os arquivos estão no seu servidor web, você pode começar a configurar sua loja em pelo menos 5 minutos na maioria dos casos: o processo de instalação é muito simples, pois o instalador cuida de tudo para você. Usuários menos experientes podem precisar entre 10 e 20 minutos para completar todo o processo.

Antes de começar, certifique-se de ter todos os requisitos disponíveis: espaço do servidor em um provedor de hospedagem, nome de domínio, cliente de FTP, editor de texto. Certifique-se de seguir as instruções na página "O que você precisa para começar" primeiro: https://doc.prestashop.com/display/PS16/What+you+need+to+get+started você pode aproveitar para começar .

Nosso parceiro de hospedagem web oficial Loja.Host oferece uma instalação simplificada para economizar tempo e você pode começar ainda mais rápido. Usar isso pode reduzir drasticamente o tempo de instalação para usuários inexperientes. 

Esses hosts da Web geralmente usam as seguintes bibliotecas de scripts:

Alguns desses scripts ainda suportam atualização de 1 clique, o que é inestimável.

Outros hosts possuem seus próprios scripts de instalação. Verifique com seu próprio host para obter mais informações.

Instruções de instalação rápida

Aqui está o conjunto rápido de instruções para aqueles que já estão confortáveis com a instalação de aplicativos PHP / MySQL em um servidor web. Se a falta de detalhes o incomodar, você encontrará instruções detalhadas na próxima seção deste capítulo.

  1. Baixe e descompacte o pacote PrestaShop se você ainda não o fez.
  2. Crie um banco de dados para a loja PrestaShop no seu servidor web, se for possível. Caso não exista um usuário MySQL que tenha todos os privilégios para acessar e modificar este banco de dados, crie-o também.
  3. Carregue os arquivos e pastas do PrestaShop para o local escolhido em seu servidor web. Não carregue a /prestashoppasta raiz diretamente: apenas os arquivos e pastas que ela contém.
  4. Execute o script de instalação do PrestaShop acessando o URL público para o local escolhido em um navegador da Web. Este deve ser o URL onde você carregou os arquivos do PrestaShop.
  5. Siga as instruções em cada tela do instalador.
  6. Assim que a instalação for concluída, exclua a /installpasta e anote o novo da /adminpasta, que foi gerado para ser exclusivo para você, por motivos de segurança.

PrestaShop agora deve ser instalado e pronto para ser configurado! Continue para os Primeiros passos com o capítulo PrestaShop 1.6 do Guia do Usuário.

Instruções detalhadas

Fazendo download e descompactando o arquivo PrestaShop

Você pode baixar a versão mais recente do PrestaShop em https://www.prestashop.com/en/download .

Você só tem uma opção de download: a versão estável mais recente, pronta para todos os tipos de lojas online.

Se você precisa baixar qualquer uma das versões anteriores, acesse o endereço: https://www.prestashop.com/en/developers-versions . Desloque-se até a seção "Versões lançadas anteriormente".

Observe que nunca é recomendável usar qualquer outra versão do atual estável.

Clique no botão "Download" e salve o arquivo em seu computador (como em sua área de trabalho). Você deve obter um arquivo chamado "prestashop_1.6.0.4.zip" (ou um equivalente, dependendo dos números de versão).

O arquivo baixado é um arquivo Zip, ou seja, um arquivo contendo todos os arquivos do PrestaShop em formato comprimido. Para continuar com o processo, você deve descompactar o arquivo .

Se seu sistema operacional não suportar nativamente arquivos Zip, você pode baixar e instalar uma ferramenta dedicada, como:

Usando uma ferramenta Zip, extraia o conteúdo do arquivo para um local conhecido em seu disco rígido (como no Desktop novamente). Não carregue o arquivo Zip diretamente no seu servidor web .

O arquivo Zip possui dois itens na sua raiz:

  • A pasta "prestashop", que contém todos os arquivos do PrestaShop que você estará enviando em breve no seu servidor web.
  • O arquivo "Install_PrestaShop.html", que abre esta mesma página em seu navegador padrão.

O "Install_PrestaShop.html" não deve ser carregado no seu servidor web.

Fazendo upload do PrestaShop

Agora você deve ter um espaço de hospedagem à sua disposição (se não, leia o capítulo "O que você precisa para começar" deste guia) e uma pasta no seu disco rígido com o arquivo PrestaShop descompactado.

Esta etapa faz você carregar os arquivos do PrestaShop em seu espaço de hospedagem. Isso é feito conectando seu computador ao seu servidor usando uma ferramenta conhecida como "cliente FTP", que você deveria ter instalado ao ler o capítulo "O que você precisa para começar". Vamos usar o FileZilla gratuito ( https://filezilla-project.org/).

Conecte-se ao seu espaço de hospedagem usando seu cliente de FTP, usando os detalhes de conexão fornecidos pelo seu host (caso contrário, entre em contato com o host). Uma vez conectado, é hora de transferir os arquivos do PrestaShop do seu computador para o servidor.

No FileZilla (ou qualquer outro cliente FTP), navegue pelas pastas locais até encontrar o que contém os arquivos do PrestaShop. Mantenha-o aberto na seção "Local local" à esquerda.

Na seção "Local remoto" (à direita), navegue até o local onde deseja que o PrestaShop esteja disponível publicamente (raiz do domínio, subpasta, subdomínio ...). Isso pode mudar muito, dependendo do seu host e suas necessidades:

  • Seu anfitrião:
    • Alguns anfitriões podem exigir que você colocar seus arquivos em uma pasta específica, como /htdocs/public_html/web/www/yourdomainname.com, etc.
    • O servidor de FTP de outros hosts simplesmente irá logá-lo diretamente no espaço de upload apropriado.
  • Suas necessidades:
    • Se você quiser que sua loja seja o site principal do seu nome de domínio (ou seja, https://www.example.com ), faça o upload do PrestaShop na pasta raiz do espaço de upload (que pode depender do host).
    • Se você quiser que sua loja esteja em uma subpasta do seu nome de domínio ( https://www.example.com/shop ), primeiro você deve criar uma pasta através do FileZilla (clique com o botão direito do mouse e escolha "Criar diretório"), Então carregue o PrestaShop nessa pasta.
    • Se você quiser que sua loja esteja em um subdomínio do seu nome de domínio ( https://shop.example.com ), você deve primeiro criar um subdomínio. Isso depende do seu host: você poderá fazê-lo simplesmente adicionando uma nova pasta com seu cliente de FTP, ou talvez seja necessário criar o subdomínio através do painel de administração do seu host. Leia primeiro a documentação de suporte do seu host. Uma vez criado, navegue até a pasta do subdomínio e carregue o PrestaShop lá.

No lado esquerdo do FileZilla, agora você deve ter a pasta local onde você guarda os arquivos do PrestaShop do arquivo Zip e, no lado direito, o local de destino. Se ainda não o fez, carregar é simples: selecione todos os arquivos e pastas da pasta local (use Ctrl-A) e arraste e solte-os para a pasta remota ou clique com o botão direito na seleção e escolha " Carregar "no menu de contexto.

O upload pode levar vários minutos, já que o PrestaShop usa mais de 7500 arquivos e quase 1000 pastas. Depois de um tempo, todos os arquivos e pastas da PrestaShop devem estar online. Ótimo!

Criando um banco de dados para sua loja

Antes de instalar o PrestaShop, você precisa se certificar de que seu servidor MySQL tenha um banco de dados pronto para os dados do PrestaShop. Caso contrário, você deve criar um.

Criar uma base de dados pode ser feito usando qualquer ferramenta de administração de banco de dados. Nós estaremos usando a ferramenta phpMyAdmin gratuita ( https://www.phpmyadmin.net/ ), que deve ser pré-instalada na maioria das hospedagens na web.

Alguns hosts preferem que os clientes usem um painel de controle gráfico, como cPanel, Plesk ou um custom-made. Certifique-se de ler a documentação do seu host sobre o gerenciamento de bancos de dados MySQL e criar um banco de dados para sua loja, seguindo suas explicações específicas.

Conecte-se ao phpMyAdmin usando as credenciais da sua conta, que o seu host forneceu. Ele deve ser acessado através de um URL padrão, vinculado ao seu nome de domínio ou nome de domínio do host.

Na coluna da esquerda, você pode ver os bancos de dados atualmente disponíveis no seu servidor MySQL. Alguns deles deve ser deixado sozinho, porque eles são utilizadas por phpMyAdmin ou pelo host: phpmyadminmysqlinformation_schemaperformance_schemae outros. Leia a documentação do seu host para saber se um desses pode ser usado como um banco de dados padrão.

De qualquer forma, você pode criar um novo banco de dados, indo na guia "Banco de Dados" e usando o formulário central chamado "Criar novo banco de dados". Basta digitar um nome exclusivo e clique em "Criar". O nome do banco de dados será adicionado à lista à esquerda. Agora você pode usá-lo para armazenar os dados do PrestaShop.

Lançamento do instalador automático

Agora vem a parte em que tudo se junta: instalando o PrestaShop.

O processo de instalação é bastante fácil, pois é simplificado pelo instalador automático da PrestaShop. Você deve poder navegar através dele com poucos minutos. Certifique-se de ler cada página cuidadosamente para não perder nenhuma informação.

Para iniciar o instalador, basta navegar para a localização da PrestaShop em seu servidor web: o script detectará automaticamente que o PrestaShop ainda não está instalado e o levará ao instalador automático. 
Você também pode digitar diretamente o endereço da /installpasta: https://www.example.com/prestashop_folder/install.

Se você estiver fazendo uma instalação em seu próprio computador, esta instalação deve ser feita na pasta PrestaShop em seu servidor web local, que deve estar disponível em https://127.0.0.1/prestashop.

A partir daí, você só precisa ler, clicar e preencher alguns formulários.

Existem 6 passos. No topo da página, o assistente de instalação fornece uma visualização de onde você está no processo: os círculos cinza se transformam em marcas de verificação verdes depois que cada etapa é completada.

Passo 1: Página de boas-vindas

Esta página é uma introdução rápida no processo de instalação. Você pode escolher o idioma em que o instalador exibirá suas instruções.

Você também obtém um link para o site de documentação ( https://doc.prestashop.com/ ) e o número de telefone de suporte da PrestaShop. Você pode aprender mais sobre nosso serviço de suporte acessando https://support.prestashop.com/en/ .

Selecione o idioma em que deseja que o instalador seja, e clique no botão "Avançar". Isso também definirá o idioma padrão para sua instalação do PrestaShop - mas outros idiomas também estarão disponíveis para você habilitar.

Passo 2: licenças da PrestaShop

Esta segunda página é um requisito simples: o PrestaShop é gratuito e distribuído sob um determinado conjunto de licenças de código aberto. Você simplesmente não pode usar este software se você não concordar com os termos das licenças, e esta etapa exige que você os reconheça explicitamente.

Leia as licenças da PrestaShop:

Você deve concordar com ambas as licenças para instalar o PrestaShop.

Para acessar o próximo passo, você deve verificar a caixa "Eu concordo com os termos e condições acima" e clique em "Avançar". Se você não concorda explicitamente com as licenças, não pode instalar o PrestaShop: o botão "Próximo" nem sequer pode ser clicável.

Passo 3 e 4: compatibilidade do sistema e informações da loja

A terceira página faz uma verificação rápida de todos os parâmetros do servidor em seu host. Na maioria dos casos, você não verá esta página, porque se nada de errado for encontrado, você será levado diretamente para a quarta página, "Armazenar informações". Se assim for, você ainda pode dar uma olhada na terceira página clicando no link "Compatibilidade do sistema" na barra lateral esquerda.

Se algo der errado durante a verificação do servidor que acontece na terceira etapa, o instalador exibe a página "Compatibilidade do sistema", onde você pode ver todas as verificações que falharam.

Compatibilidade do sistema

Esta página verifica se tudo está bem com a configuração do seu servidor: configurações PHP, permissões em arquivos e pastas, ferramentas de terceiros, etc.

Se alguma coisa der errado, o instalador o interrompe aqui, permitindo que você veja os poucos detalhes técnicos que precisam ser consertados, seja mudando a configuração do PHP ou atualizando as permissões do arquivo.

Aqui está uma lista das verificações que são realizadas durante esta terceira etapa:

Verifica
Como / onde corrigi-lo?
O PHP 5.1.2 ou posterior está instalado? servidor web
O PrestaShop pode carregar arquivos? Arquivo php.ini ( file_uploads)
O PrestaShop pode criar novos arquivos e pastas? Navegador de arquivo / cliente de FTP / linha de comando
A Biblioteca GD está instalada? Arquivo php.ini ( extension=php_gd2.so)
O suporte do MySQL está ativado? Arquivo php.ini ( extension=php_pdo_mysql.so)
Permissão de gravação recursiva em ~ / config / Navegador de arquivo / cliente de FTP / linha de comando
Licença de gravação recursiva em ~ / cache / Navegador de arquivo / cliente de FTP / linha de comando
Permissão de gravação recursiva em ~ / log / Navegador de arquivo / cliente de FTP / linha de comando
Permissão de gravação recursiva em ~ / img / Navegador de arquivo / cliente de FTP / linha de comando
Permissão de gravação recursiva em ~ / mails / Navegador de arquivo / cliente de FTP / linha de comando
Permissão de gravação recursiva em ~ / modules / Navegador de arquivo / cliente de FTP / linha de comando
Permissão de gravação recursiva em ~ / override / Navegador de arquivo / cliente de FTP / linha de comando
Permissão de gravação recursiva em ~ / themes / default / lang / Navegador de arquivo / cliente de FTP / linha de comando
Licença de gravação recursiva em ~ / themes / default / pdf / lang / Navegador de arquivo / cliente de FTP / linha de comando
Licença de gravação recursiva em ~ / themes / default / cache / Navegador de arquivo / cliente de FTP / linha de comando
Permissão de gravação recursiva em ~ / translations / Navegador de arquivo / cliente de FTP / linha de comando
Licença de gravação recursiva em ~ / upload / Navegador de arquivo / cliente de FTP / linha de comando
Licença de gravação recursiva em ~ / download / Navegador de arquivo / cliente de FTP / linha de comando
Permissão de gravação recursiva em ~ / sitemap.xml Navegador de arquivo / cliente de FTP / linha de comando
O PrestaShop pode abrir URLs externos?  Arquivo php.in ( allow_url_fopen)
A opção "register global" do PHP está desligada? Arquivo php.ini ( register_globals)
A compressão GZIP está ativada? Arquivo .htaccess
A extensão Mcrypt está disponível? Arquivo php.ini (veja https://php.net/manual/en/mcrypt.setup.php )
A opção "citações mágicas" do PHP está desativada? Arquivo php.ini ( magic_quotes_gpc)
A extensão DOM está carregada? --enable-dom Opção de tempo de compilação
A extensão PDO MySQL está carregada? Arquivo php.ini ( extension=php_pdo_mysql.so)

Embora a alteração da configuração do PHP só possa ser feita caso a caso dependendo do seu nível de acesso ao seu servidor e, portanto, só pode ser explicada em detalhes completos, a atualização das permissões de arquivos é mais fácil de explicar.

As permissões são a forma como um sistema de arquivos concede direitos de acesso a usuários específicos ou grupos de usuários, controlando sua capacidade de visualizar ou fazer alterações em arquivos e pastas. O instalador precisa fazer várias alterações nos arquivos que você carregou e, se o sistema de arquivos não permitir essas alterações por meio de permissões adequadas, o instalador não pode concluir seu processo.

Portanto, se o instalador mostrar que alguns arquivos ou pastas não possuem permissão adequada, você deve trocar essas permissões por você mesmo. Isso exigirá que você acesse seus arquivos em seu servidor web e, portanto, use seu cliente de FTP (como FileZilla) ou a linha de comando.

Faça login na sua conta do servidor usando seu cliente de FTP, navegue até a pasta do PrestaShop e encontre as pastas que são marcadas pelo instalador como necessitando de uma alteração de permissão.

CHMOD

Alterar a permissão de arquivo / pasta em um sistema Unix / Linux é chamado de "CHMOD", após o comando do mesmo nome (veja: https://en.wikipedia.org/wiki/Chmod - você pode encontrar uma explicação sobre as permissões de arquivos Aqui: https://www.elated.com/articles/understanding-permissions/ ). 
Dando arquivos ou pastas, uma "permissão de gravação" é chamada de "fazer um CHMOD 755" ou "um CHMOD 775", dependendo do host.

Alguns hosts podem exigir que você use CHMOD 777, embora não seja recomendado para nada além de uma necessidade única. 
Se você precisa usar o CHMOD 777 para instalar o PrestaShop, certifique-se de mudar para uma configuração mais segura (por exemplo, 775 para pastas e 664 para arquivos) depois de concluir a instalação. 
Leia atentamente a documentação do seu anfitrião.

Graças ao FileZilla (e à maioria dos clientes FTP), você não precisa usar nenhum comando Unix. A maioria dos clientes de FTP possibilita a troca de permissões facilmente e graficamente: depois de ter encontrado um arquivo ou pasta que precisa de tal alteração, clique com o botão direito do mouse e, no menu de contexto, escolha "Permissões de arquivo ...". Ele abrirá uma pequena janela.

Dependendo da configuração do seu servidor (na qual você nem sempre tem uma mão), você precisará verificar as colunas "Lida" e "Executar", e pelo menos as linhas "Proprietário" e "Grupo" para o Coluna "Escrever". Alguns hosts podem exigir que você tenha a caixa pública "Gravar" marcada, mas tenha cuidado com isso: raramente é uma coisa boa ter qualquer um no seu servidor para editar o conteúdo da instalação do PrestaShop.

Algumas pastas podem precisar ter todos os seus arquivos e subpastas também alteram as permissões. Nesse caso, marque a caixa "Recurse in subdiretories".

Ao alterar as permissões no seu cliente de FTP, você deve verificar regularmente se você fez as mudanças corretas executando novamente as verificações de compatibilidade do instalador: clique no botão "Atualizar essas configurações" do instalador, sempre que necessário. 
Uma vez que todos os indicadores são verdes, você pode clicar em "Avançar". Se você não pode ter todos verdes, pelo menos certifique-se de que o instalador exiba a "compatibilidade do PrestaShop com o ambiente do seu sistema foi verificada!" Mensagem no topo da página.

Guardar informação

É aqui que você pode começar a personalizar sua loja: dê um nome, indique sua atividade principal e indique as informações pessoais para o proprietário da loja (que tem vinculação legal na maioria dos países) ...

Não use dois pontos no nome da sua loja, pois pode impedir que algum recurso funcione (por exemplo, o envio de e-mail pode falhar).

Você pode substituir o cólon por um traço se precisar de duas seções no título. Por exemplo, use "MyStore - O melhor lugar para comprar itens" em vez de "MyStore: o melhor lugar para comprar itens".

Este é também o lugar onde você escolhe a senha para fazer login no painel de administração da sua loja - escolha com sabedoria para que você lembre, mas certifique-se de que é seguro também!

Clique em próximo para continuar.

Etapa 5: Configuração do sistema

Esta página contém um formulário que permite que você informe o PrestaShop onde o servidor do banco de dados é, e qual banco de dados ele deve usar, juntamente com alguns outros detalhes. Toda essa informação deveria ter sido fornecida pelo seu host.

Preencha todos os campos com as informações de conexão do banco de dados fornecidas pelo seu web-host:

  • Endereço do servidor de banco de dados . O nome do host do seu servidor MySQL. Pode ser vinculado ao seu nome de domínio (ou seja, https://sql.example.com ), vinculado ao seu host ( ou seja, https://mysql2.alwaysdata.com ) , ou simplesmente ser um endereço IP (ou seja, 46.105.78.185 ).
  • Nome do banco de dados . O nome do banco de dados onde você deseja que o PrestaShop armazene seus dados. Este é um banco de dados existente em seu servidor MySQL, ou aquele que você criou usando phpMyAdmin (ou qualquer outra ferramenta SQL) na seção "Criando um banco de dados para sua loja" deste guia.
  • Login de banco de dados . O nome do usuário MySQL que tem acesso ao seu banco de dados.
  • Senha da base de dados . A senha do usuário do MySQL.
  • Mecanismo de banco de dados . O mecanismo de banco de dados é o núcleo do seu servidor de banco de dados. InnoDB é o padrão e você deve usá-lo, mas o mais técnico entre você pode querer escolher outro mecanismo. Geralmente, não é necessário alterar a configuração padrão.
  • Tabelas de prefixo . O prefixo para as tabelas do banco de dados. " ps_" É o padrão, resultando nas tabelas do PrestaShop SQL com nomes como " ps_cart" ou " ps_wishlist"; Mas se você precisar instalar mais de uma instância do PrestaShop no mesmo banco de dados, você deve usar um prefixo diferente para cada instalação. No entanto, recomendamos que você crie um banco de dados por instalação do PrestaShop, se o seu servidor hospedeiro o permitir. Melhor ainda: faça uma instalação do PrestaShop e ative o recurso multistore para gerenciar muitas lojas do mesmo back-end do PrestaShop.
  • Solte as tabelas existentes . Isso só está disponível no "modo Dev". Ao reinstalar o PrestaShop, você pode optar por soltar as tabelas de banco de dados PrestaShop existentes para começar em uma ardósia limpa.

Clique no botão "Teste a conexão do banco de dados agora!" Para verificar se você usou as informações corretas do servidor.

Clique em "Avançar": a instalação começará a configurar sua loja, criando e preenchendo as tabelas do banco de dados, etc. Isso pode demorar alguns minutos: seja paciente e não toque no seu navegador!

O instalador faz o seguinte:

  • Crie o settings.inc.phparquivo e preencha com suas configurações.
  • Crie as tabelas do banco de dados.
  • Crie a loja padrão com seus idiomas padrão.
  • Preencha as tabelas do banco de dados.
  • Configure as informações da loja.
  • Instale os módulos padrão.
  • Instale os dados de demonstração (produtos, categorias, usuários, páginas do CMS, etc.).
  • Instale o tema.

Quando terminar, sua loja está instalada e pronta para ser configurada!

Completando a instalação

Como você pode ler diretamente na página final do processo de instalação, há algumas das últimas ações a serem executadas antes de poder deixar o instalador.

Uma maneira fácil de melhorar a segurança da sua instalação é excluir alguns arquivos e pastas principais. Isso é feito usando seu cliente de FTP, diretamente no servidor. Os itens a serem excluídos são:

  • A pasta "/ install" (imperativo).
  • A pasta "/ docs" (opcional), a menos que você precise testar a ferramenta de importação com os arquivos de importação de amostra que contém esta pasta.
  • O arquivo "README.md" (opcional).

Clique no botão "Gerenciar sua loja" para ser levado para sua área de administração.

Outra maneira de proteger sua instalação é usar um nome personalizado para a pasta de administração: altere a pasta "admin" para algo exclusivo para você, como "4dmin-1537" ou "MySecReT4dm1n". 
Anote o novo nome para a sua nova pasta "admin"
 , porque a partir de agora você acessará suas páginas de administração usando este endereço!

Finalmente, para fechar todas as portas potencialmente mal-intencionadas, use seu cliente FTP para atualizar as permissões de arquivos e pastas para 664 ou 666 se o seu host o exigir. Se os direitos de acesso baixos impedirem que alguns módulos funcionem, você deve configurar as permissões para 755.

Parabéns! A instalação já está completa.

Faça login no back-office do PrestaShop, indo para a sua nova pasta "admin" e comece a preencher seu catálogo com produtos, adicionando transportadoras e custos de envio, adicionando fabricantes e fornecedores, mudando o tema e geralmente configurando as muitas configurações para atender Seus gostos e necessidades. Consulte o capítulo "Primeiros passos com PrestaShop 1.6" do guia do usuário para obter mais informações: https://doc.prestashop.com/display/PS16/First+passps+with+PrestaShop+1.6 .

Você deve fazer backup regularmente de seu banco de dados e arquivos, idealmente em mais de um computador, em caso de problemas relacionados ao hardware ou à segurança.